• Em comercial da 11:21, Disque Denúncia pede ajuda para funcionar 24 horas

    Não bastasse o Brasil não ter um 911, que unifique e facilite a memorização das chamadas de emergência da população, descobrimos agora que nem o Disque Denúncia consegue funcionar 24 horas por dia recebendo chamadas dos brasileiros.

    Publicidade
    Publicidade

    O alerta foi colocado no ar pela instituição, através de um angustiante comercial criado pela agência 11:21, exatamente para dramatizar o que é você querer ser atendido e ficar ouvindo o número desejado chamando sem parar.

    A mensagem chama a atenção para o que todo cidadão de bem do país sabe: “o crime não espera amanhecer”. E remete para o site do Disque Denúncia, onde um banner orienta para a campanha de doações para o serviço, que é privado e sem ligação com entidades governamentais.

    Sobre o comercial, o coordenador-geral do Disque Denúncia, Renato Almeida, até lembra que “o som de um telefone tocando insistentemente é utilizado nas produções de cinema para preceder a cena de um desastre”. Só que, no caso do Disque Denúncia, “a falta de verba para funcionar 24 horas tornou a referência uma realidade nada cinematográfica”.

    A criação da campanha é de Gustavo Bastos e Diego Crisostomo, com aprovação de Renato Almeida, produção da Black Bird com direção de Ricardo Oliveira.

    Publicidade
    Publicidade

    Marcio Ehrlich

    Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, Rádio Tupi FM, TV S e TV E.

    Envie um Comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


    Discussão

    1. Maria Simões

      Bom dia! Essa foi a minha 1a notícia do dia mais absurda. Pedem doações para um serviço que deve ser público?!?!?! É de utilidade pública e salva vidas. Obrigada pelas informações.

    seta
    ×