• Africa e DM9 vão se reportar à Omnicom e grupo ABC encerra atividades em 2023

    Nizan Guanaes - 2014

    Sete anos depois de Nizan Guanaes (foto) vender o grupo ABC para o grupo americano Omnicom, por R$ 1 bilhão, a transação encerra seu ciclo no início de 2023.

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade

    A partir de janeiro, as agências Africa e DM9 passam a se reportar diretamente à DDB Worldwide, divisão operacional da Omnicom. E, com isso, o grupo ABC deixa de existir como holding, encerrando as suas atividades.

    Ao mesmo tempo Cristiano Muniz também se desliga do ABC, onde assumiu como CEO em janeiro de 2020, simultaneamente com o afastamento oficial de Nizan e Guga Valente das funções executivas.

    O processo de migração não é novo e era esperado que chegasse à área de publicidade do ABC. A empresa de RP e assessoria de imprensa CDN já vinha se reportando ao Omnicom PR Group desde outubro último, com a Interbrand Brasil tendo migrado em julho para a sede global da Interbrand.

    A notícia da venda do ABC para a Omnicom circulou no final de 2015, quando se comentou que as negociações chegaram a durar cerca de seis meses.

    Publicidade

    Marcio Ehrlich

    Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, Rádio Tupi FM, TV S e TV E.

    Envie um Comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


    seta
    ×