Publicidade: Alfa

Investimentos de patrocínios no surfe crescem no Brasil

Prancha da Oi para o WSL, da NBS

Marcas nacionais como TNT e O Boticário se juntaram este ano à Oi, Guaraná Antárctica, Corona, Jeep e Airbnb no patrocínio da World Surf Leage (WSL) no Brasil. A 213 Sports e a Zerotrês, que respondem pela prospecção de novos negócios e desenvolvimento da WSL no mercado brasileiro, comemoram que os investimentos no evento que eles realizam já superam os US$ 3 milhões, como informou à Janela o diretor comercial da 213, Pedro Mesquita.

Nos últimos dias aconteceu, em Saquarema, o Oi Rio Pro, que abriu espaço não apenas para o esporte como para uma série de ações promocionais das patrocinadoras.

Mesquita lembra que a 213 aposta na modalidade surfe desde de 2014, quando iniciou a parceria com a WSL. “O surfe tem sido uma excelente plataforma de conexão e engajamento”, no que é apoiado por Fernando Cachinho, diretor de atendimento da Zerotrês, citando que a estratégia do grupo não é só vender pacotes de patrocínio e mídia pontuais para a etapa do Rio, mas abrir espaço para ações de longo prazo e eventos acontecendo ao longo do ano”.

Ação da TNT no evento da WSL em Saquarema.
Ação da TNT no evento da WSL em Saquarema.

A TNT Energy Drink, por exemplo, levou para o público na Praia de Itaúna, além de ações de degustação, ativações como Live Painting Surfboard Wall — um painel pintado sobre pranchas, que serão doadas à Associação de Surf de Saquarema, um Painel Resistência — montado de parafinas com frases que serão transformadas em mensagens motivacionais a partir da interação com os consumidores; e customização de latinhas TNT.

“O Brasil é o segundo país do mundo em fãs do surfe, com mais de 3,8 milhões de praticantes e um universo de 33 milhões que aderem ao seu estilo”, defendeu a gerente de Propaganda da marca, Eliana Cassandre, para explicar porque está presente junto a este público.

Já o Boticário, que está lançando a fragrância Quasar Surf, usou o mote “Deixe o medo inspirar você” para fazer os surfistas experimentar uma tirolesa de 80 metros que tem como base uma prancha de surf.

E a Oi, que dá nome ao evento, mostrou uma ação criada por sua agência NBS, que entregou uma prancha customizada como troféu aos vencedores (veja a foto no alto da matéria). Toda a arte foi desenvolvida paralelamente ao campeonato, no espaço de convivência criado pela Oi. As ilustrações ficaram a cargo do artista Filipe Fri, que customizou a prancha do campeão da etapa masculina, e da artista Aline Solozabal, que deu vida aos desenhos do troféu da campeã da etapa feminina. Filipe foi descoberto através de uma rede social pela Brick Lane Gallery, de Londres, que levou o trabalho do artista para a Europa. Aline faz composições com diferentes texturas. Suas ilustrações estão presentes no projeto Tamar e no Avistar Rio 2016.

Os internautas ajudaram a desenhar esses troféus usando a hashtag #JuntoComATempestade nas redes sociais da Oi. Os assuntos mais comentados foram ilustrados nas pranchas da campeã Tyler Wright e do campeão Adriano de Souza.

Publicidade: Dinâmica Talentos

Marcio Ehrlich

Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.
seta