• Falta de segurança no carnaval estimula o BB a fazer campanha de alerta

    Ficar exibindo o celular no meio de um bloco de carnaval é provocar a sorte, sugere a campanha que entrou no ar esta semana, assinada pelo Banco do Brasil.

    Publicidade
    Publicidade

    No comercial, criado pela agência Lew’Lara\TBWA, a vontade irresistível de fazer uma selfie em plena folia gera um puxão de orelha na foliã desavisada: “É melhor guardar na memória”, diz a amiga.

    O BB inclusive chama o espectador para uma página da internet, em bb.com.br/seguranca, com dicas que incluem alertas a possíveis golpes no período momesco.

    Aliás, a peça aproveita que o color code do Banco do Brasil remete ao amarelo de sua marca para acender um sinal de trânsito amarelo na tela, imagem mundialmente reconhecida como sendo de alerta, como destaca Paula Sayão, diretora de marketing e comunicação do BB.

    A campanha ainda é complementada por spot de rádio, mídia digital e OOH para as praças de Belo Horizonte, São Paulo, Recife, Salvador e Rio de Janeiro, as cidades brasileiras onde o carnaval de rua acontece com mais força.

    Publicidade
    Publicidade

    Marcio Ehrlich

    Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, Rádio Tupi FM, TV S e TV E.

    Envie um Comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


    seta
    ×