• Sete agências querem a conta corporativa de R$ 31,7 milhões da prefeitura paulista

    Prefeitura de São Paulo

    Concorrência que chegou a ser cancelada por pressões políticas e voltou com verba 58% maior — de R$ 20 milhões para R$ 31,7 milhões — a disputa para cuidar da comunicação corporativa da Prefeitura de São Paulo recebeu nesta terça, 21/11, as propostas de sete agências.

    Publicidade
    Publicidade

    No grupo, desde grandes empresas de RP como Approach, CDN, FSB e in.Pacto, às médias e menores como CDI, Fator F e Pridea.

    Aliás, considerando-se o porte do cliente, e a verba, claro, surpreendeu a ausência de nomes como inPress e Partners, tradicionais participantes de brigas por contas públicas.

    Segundo fontes da Janela presentes à sessão, a concorrência n° 01/Secom/2023 já começou com um suspense. A comissão de licitação apontou que uma das propostas seria desclassificada por estar completamente em desacordo com o edital.

    Só que, como, nesta primeira fase, o material apresentado não podia ter identificação, ninguém conseguiu descobrir qual delas sequer terá o direito de saber a sua nota na avaliação técnica. Será necessário aguardar o relatório dos analistas.

    Publicidade

    LEIA TAMBÉM NA JANELA

    São Paulo volta a licitar sua conta corporativa e aumenta verba para R$ 31,7 mi (em 16/10/2023)

    Marcio Ehrlich

    Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, Rádio Tupi FM, TV S e TV E.

    Envie um Comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


    seta