• Cães parecidos com seus donos voltam à publicidade com a Citroën

    A brincadeira de mostrar cães parecidos com seus donos (ou tutores, como quer o politicamente correto) está de volta à publicidade brasileira.

    Agora, em um comercial da BETC Havas para a Citroën C4 Cactus, que leva a ideia ao extremo ao fazer a personagem, no final do filme, a encontrar não um cão, como as imagens anteriores mostraram, mas uma lhama parecida com ela.

    Como diz a chamada do comercial no YouTube, é “para seu doguinho, seu gatinho, seu coelhinho, sua tartaruguinha ou aquele pet que mais combina com você”.

    Esta é a terceira vez que a propaganda brasileira aproveita a ideia de buscar imagens de cães e seres humanos parecidos.

    Em 1999, a AlmapBBDO levou Leão de Ouro no Festival de Cannes de 2000 com a campanha “Might Look Like You” (ou “Semelhanças”, em português), para a ração Cesar, da Effem.

    Em uma série de oito anúncios na mesma linha, o texto dizia que “ele pode ter a sua cara, mas não precisa ter a mesma comida”. A criação foi do redator Roberto Pereira e dos diretores de arte Luiz Sanches e Valdir Bianchi, com fotos de Manoro Moran.

    Seis anos mais tarde, em 2015, foi a vez da agência Sunset criar o comercial “A Cara do Dono”, para vender, para a Nextel, que ela tinha planos para diversos tipos de clientes.

    Quem começou estas comparações primeiro, no mundo, nós não conseguimos descobrir. Terá sido mesmo a AlmapBBDO? Se o leitor souber, comenta.

    A questão é que encontramos a fotógrafa alemã Ines Opifanti, também em 2015, falando no Instagram sobre seu projeto de fotografias — batizado de “The Dog People” –, em que ela desafiou pessoas a imitarem as expressões dos seus pets.

    E em 2020, o fotógrafo inglês Gerrard Gethings fez o mesmo, com 25 humanos que se assemelhavam a seus cachorrinhos, em um trabalho para a Laurence King Publishing que acabou virando um livro.

    E então, o filão é inesgotável?

    Publicidade
    Publicidade

    Marcio Ehrlich

    Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, Rádio Tupi FM, TV S e TV E.

    Envie um Comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


    Discussão

    1. Francisco

      Porque tiraram a linda mulher negra e seu cão da propaganda da Citroen?

    2. […] comercial da Citroen estreou nesta quinta-feira (20) e o jornalista Marcio Ehrlich, do site Janela Publicitária, após intensa pesquisa, publicou nesta sexta (21) matéria sobre o […]

    seta
    ×