• Prefeitura do Rio quer desburocratizar a autorização dos eventos na cidade

    Fifa Fun Fest Rio

    O prefeito Eduardo Paes publicou nesta quarta, 25/01, um decreto que promete desburocratizar e dar celeridade às autorizações para a realização de eventos em áreas públicas e particulares no município do Rio de Janeiro.

    Publicidade

    Iniciativa do coordenador de Promoção de Eventos da prefeitura carioca, Bernardo Fellows, o projeto concentra neste órgão a tramitação de todos os documentos que os produtores e organizadores de eventos precisam apresentar para não terem problemas com a fiscalização municipal.

    Na verdade, esta não é a primeira tentativa da prefeitura carioca de atender às demandas históricas do setor de marketing promocional, que, muitas vezes, recebe jobs dos clientes em prazos mais curtos do que a máquina governamental vinha conseguindo desenrolar.

    Eduardo Paes até já havia criado o Rio Mais Fácil Eventos, uma plataforma digital para que o setor pudesse dar início aos processos de liberação. Marcelo Alves, quando presidente da Riotur, reuniu lideranças para ouvir as reclamações sobre a burocracia que ainda existia na área e o prefeito Marcelo Crivella chegou a sair com seu Rio Ainda Mais Fácil Eventos, garantindo que desta vez iria.

    Mas Bernardo Fellows, agora, deu um passo adiante nas iniciativas, ao trazer para a própria Coordenadoria de Promoção de Eventos a análise de documentações que antes precisavam ser enviadas para a Comissão de Licenciamento e Fiscalização, a famosa CLF, da Secretaria Municipal de Ordem Pública (SEOP).

    Em conversa com a Janela, Fellows citou que Eduardo Paes foi sensível à modificação dos procedimentos ao confirmar que a Coordenadoria de Promoção de Eventos já dispunha de técnicos em número suficiente para assumir as funções que, até então, precisavam ser levadas à CLF.

    Pedro Augusto Guimarães, presidente da Apresenta Rio, entidade que reúne as principais empresas do setor de eventos do Rio, considerou que o novo decreto é “um alento”, por atender a um pleito histórico. “A Apresenta reconhece que essa iniciativa é uma demonstração de atenção especial com os eventos. Com certeza, a centralização dos processos ajudará a dinamizar a tramitação dos alvarás e dos processos de licenciamento e demais autorizações”, afirmou para a Janela.

    O texto completo do Decreto Rio n° 51958 de 24 de janeiro de 2023 pode ser visto na edição do Diário Oficial do Município.

    Publicidade

    LEIA TAMBÉM NA JANELA

    Prefeitura do Rio vai recorrer da proibição de controlar eventos (em 30/05/2019)

    Rodrigo de Castro quer simplificar aprovação de eventos no Rio (em 02/01/2019)

    Riotur promove reunião para desburocratizar eventos no Rio (em 09/07/2018)

    Marcio Ehrlich

    Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, Rádio Tupi FM, TV S e TV E.

    Envie um Comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


    seta