Janela Publicitária    
 
  Publicada desde 15/07/1977.
Na Web desde 12/07/1996.
 

Janela Publicitária - Edição de 08/JAN/1999
Marcio Ehrlich

 

Esta edição da Janela Publicitária foi publicada originalmente no jornal Monitor Mercantil.
O seu conteúdo foi escaneado e transcrito para ficar à disposição de consultas pela internet.

V&S compra participação da Y&R e volta a ser independente

Depois de sete anos, a agência carioca V&S volta a ter apenas o capital nacional de seus sócios Valdir Siqueira e Lula Vieira. Numa troca de créditos com a Young & Rubicam, a agência recuperou os 25% de participação que havia vendido para a multinacional. A negociação deu fim inclusive às especulações que se vinham fazendo no mercado há alguns meses de que a Y&R estivesse em vias de aumentar a sua presença acionária na V&S.
Segundo Valdir Siqueira, presidente da agência carioca, a separação não pode ser creditada a um ou outro motivo em particular. "É como em um casamento que acaba. Nunca é por uma única razão". Entre elas, porém, Valdir cita o desconforto que ele e seu sócio Lula vinham sentindo por não encontrarem mais na Young as pessoas que participaram da aproximação entre as duas empresas, como Christina Carvalho Pinto, no Brasil, e John Dedeo nos Estados Unidos.
Aparentemente, a presença da Young na V&S trouxe mais vantagens técnicas para a V&S que de negócios. As únicas contas internacionais da Young na agência são a Xerox (que a V&S já atendia antes de ser do Grupo Y&R), a UIP-United International Pictures e a Lufthansa. A continuidade destes clientes na agência ainda não está definida. Disse Valdir que todos foram comunicados da separação e cabe agora a eles decidir se continuam ou não com a V&S. Mas o presidente da agência garante que, qualquer que seja a decisão destas empresas, não haverá redução da sua equipe. A V&S conta hoje com 75 funcionários, tendo fechado 1998 com um faturamento em torno de R$ 50 milhões.
A experiência de participar de um grupo internacional, de qualquer forma, agradou aos diretores da V&S. Valdir adianta seu interesse em conversar com outras agências multinacionais que queiram abrir frente no Rio de Janeiro. Como se vê, a internacionalização da propaganda brasileira parece ser um processo irreversível.

Vieira Souto deixa a DPZ e assume na Prefeitura

Os funcionários da DPZ-Rio foram trabalhar dia 22 de dezembro vestidos de preto como protesto pela demissão da agência do seu diretor de operações Marco Antônio Vieira Souto, por motivos até hoje não esclarecidos pela empresa.
Marco Antônio estava na DPZ há cerca de 15 anos e no último Colunistas-Rio foi escolhido o Publicitário do Ano do Rio de Janeiro.
Logo após a sua demissão, Vieira Souto foi convidado a assumir uma consultoria da Secretaria de Comunicação Social da Prefeitura do RJ, ironicamente uma conta atendida pela DPZ. Em declaração ao noticioso Blue Bus, ele declarou também que, além disso, "ainda está estudando um projeto pessoal de montar uma consultoria".

O Dia promove Gustavo Fortes para cuidar do seu marketing

Gustavo Fortes, responsável até o final de 1998 pelo marketing de circulação do jornal O Dia, foi o nome escolhido pelo jornal para substituir Cláudia Jeunon - que deixou a empresa - na sua gerência de marketing.
Cláudia, confirmando as especulações do mercado, assume na volta das suas férias a direção comercial da Fundação Roberto Marinho, onde cuidará, entre outros projetos, da TV Futura e do Brasil 500.

MKTMIX MKTMIX

• PARABÉNS PRA VOCÊ - A Janela se abre para comemorar os próximos aniversários do mercado:
Dia 08, sexta: Márcia Ramalho (Fotografa), Roberto Leal (Presidente de Operações da J. Walter Thompson);
Dia 09, sábado: Roberto Bahiense (Presidente da ABP);
Dia 10, domingo: Alexandre Level (Redator da Contemporânea), Hélio e Marcio Ramos (Diretores da MktMix), Marilene Pereira Lopes (Xerox);
Dia 13, quarta: Armando Sagure (Diretor de Operações da Exemplo), Éverton Naves, Fernanda Galluzzi (Diretora de Atendimento da J. Walter Thompson), Walter Pereira (Diretor de Atendimento da Publicis Norton);
Dia 14, quinta: Cristina Bravo (Supervisora de Contas da Artplan), Tico Moraes (Diretor de Arte da Z+G Grey), Wanderley D'Oro (Redator);
• PROJETOS - O diretor de atendimento da Tec-Cine, Mário Nakamura, está deixando a produtora esta sexta-feira, segundo ele, por sua própria decisão, para resolver diversos projetos pessoais. Enquanto isso, diz, está estudando diversas propostas que lhe chegaram nos últimos tempos.
• ESPIRAL - A ex-produtora da TV Globo, Jussara Oliveira é a nova representante da produtora paulista Espiral no mercado do Rio de Janeiro.
• ÁGUA - A Internad começa a veicular esta semana suas primeiras peças para o Rio Water Planet, o parque aquático da Barra, cujo lançamento foi feito pela Contemporânea. A verba prevista para 1999 é de R$ 2 milhões.
• INDECISÃO - O Supermercado Zona Sul ainda não divulgou o nome da agência vencedora da sua concorrência, que será escolhido entre a Staff - que vinha atendendo a conta -, a Doctor, a Tática e a Professa. As especulações do mercado são de que esta conta chegue este ano a R$ 2 milhões.
• PARQUE - O Globo está convidando para a inauguração de seu novo parque gráfico na Rodovia Washington Luiz no próximo dia 12, com a presença do presidente Fernando Henrique Cardoso.
• CARTAS - As correspondências para a Janela devem ser enviadas para a Rua Eurico Cruz, 15/2º andar, CEP 22461-200, Rio-RJ, ou para o e-mail [email protected] Não deixe de visitar também a edição on-line da coluna, em www.janela.com.br.