Voltar Imprimir Enviar p/ um Amigo

Agência3, Binder e Prole encabeçam concorrência de Pezão

Agência3, de Clóvis Speroni, foi a mais pontuada na fase técnica pela conta do Governo do Rio.
A Agência3 foi a mais pontuada entre as 17 concorrentes na fase técnica da licitação pela conta do Governo do Estado do Rio de Janeiro, alcançando 98,67 pontos. Como o objetivo da disputa é selecionar seis agências para a publicidade de Pezão, também podem se considerarar bem colocadas as agências Binder e Prole (empatadas com 97,33 pontos), Artplan (96,33), Agência Nacional (94,5) e Propeg (94 pontos). O resultado foi publicado esta segunda-feira, 5 de janeiro, no Diário Oficial do Rio de Janeiro.

Dezessete agências se inscreveram para a disputa e as 11 não classificadas nos primeiros lugares têm até a próxima terça-feira, 12 de janeiro, para dar entrada em recursos. Se nenhuma questionar as pontuações da fase inicial, a Subsecretaria de Comunicação Social do Governo convocará as licitantes para a abertura das propostas de preço. Ficaram abaixo das seis primeiras colocações as agências Agnelo, Arcos, Digital, Euroforte, Fazenda, Fields, Max, NBS, Nova/SB, Popcorn e Script.

Segundo fonte do órgão em conversa com a Janela, a expectativa deste ano para os investimentos de Pezão na área de publicidade -- a despeito de o edital citar o valor anual de R$ 120 milhões -- é de que não ultrapassem R$ 50 milhões, valor que já foi o aplicado pelo estado em 2015.

A divisão dos trabalhos seguirá dois critérios. Caso o valor da campanha se restrinja a R$ 6 milhões, correspondentes a 5% do montante oficialmente licitado, caberá à Subsecretaria definir que agência ficará responsável pela execução do trabalho. No caso de a previsão de investimento ultrapassar R$ 6 milhões, o órgão fará uma mini-concorrência entre as seis agências habilitadas para definir quem assinará o job.

(Marcio Ehrlich - 06/01/2016)

 
[ ÚltimasAnterioresGuia do MercadoSobreFale Conosco ]
 
Copyright 2017 © Todos os direitos reservados a Janela Publicitária.