Publicidade: Alfa

Estúdio Ícone leva o CGI Awards da Archive

Camelo, do Estúdio Ícone para África e Suzuki (detalhe)

O Brasil conquistou o CGI Awards, promovido pela Lürzer’s Archive, com o trabalho “Limpador de pára-brisas”, criado pela agência Africa para Suzuki e produzido pelo Estúdio Ícone, do Rio de Janeiro.

“Não só a execução foi excelente e uma ilustração perfeita. O que eu achei particularmente agradável sobre a imagem vencedora, é que ele não consegue ultrapassar a marca entre o humorístico e o excessivamente grotesco, que muitos artistas digitais – todos com vontade de mostrar suas habilidades – muitas vezes podem ser acusados”, explicou Michael Weinzettl, editor-chefe da Lürzer’s Archive ao apresentar o vencedor deste ano.

O trabalho, vale citar, já havia conquistado Ouro de Ilustração no Colunistas Rio e no Colunistas Brasil 2016, com os jurados destacando, durante o julgamento, os detalhes na realização de cada camelo, cada um com personalidade própria.

Este é o segundo ano do CGI Awards. A primeira edição teve como vencedora a imagem de Ricardo Salamanca, retratando uma cena fictícia dos bastidores do “The Shining”, de Stanley Kubrick.

Ficha Técnica:

Diretor de Criação: Sergio Gordilho e Rafael Pitanguy
Direção de Arte: Bernardo Romero e Carlos Karan
Redação: Rafael Pitanguy, Pedro Bullos

Publicidade: Dinâmica Talentos

Marcio Ehrlich

Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.
seta