Publicidade: Alfa

Bblender quer que motoristas cariocas respeitem a faixa

Respeite a faixa, pela Bblender

Carioca não respeita faixa de pedestre. Todo mundo sabe disso. Por esta razão, o criativo Luiz Eduardo Ozório, agora diretor de criação da Bblender, está lançando esta semana, pela agência, uma nova campanha para a ONG Trânsito Amigo, com a qual ele trabalha desde 2010, tentando mudar essa história.

Inspirada na capa do disco Abbey Road, dos Beatles, a agência quer lembrar que o pedestre tem toda a prioridade para atravessar a rua, se estiver andando sobre a faixa. Como, aliás, acontece em todos os países da Europa e, no Brasil, em Brasília e em várias cidades do sul do país.

O esforço se junta ao movimento “Maio Amarelo”, que nasceu — na linha de outros como “Outubro Rosa” e “Novembro Azul” para constientizar o cidadão brasileiro para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo.

O conceito da campanha é: “Ninguém precisa de sinal, precisa de educação”. Para isso, a Bblender vai estimular que cada carioca chame mais três amigos e tirem fotos sobre faixas de trânsito — ao estilo da dos FabFour –, postando nas redes sociais com a hashtag #respeiteafaixa.

Para estimular, a Bblender já vai fazer as primeiras imagens, com a presença de personalidades. Uma das primeiras é com os componentes da banda “Black Birds”, cover dos Beatles, que estão na foto que ilustra esta matéria. Mas a campanha ainda terá os sambistas Jorginho do Império, Heitorzinho dos Prazeres, Ataúlfo Jr. e Toninho,  os quatro componentes da banda de jazz Bloody Mary and the Munsters, além de quatro personagens de quadrinhos, desenhados por Luciano Cunha, autor de “O Doutrinador”.

Esta será a quarta campanha da ONG desde 2010. As duas primeiras tratavam da responsabilidade no trânsito como um todo e a terceira investida foi no segmento de bebida associada à direção. Todas as campanhas foram muito premiadas regionalmente e nacionalmente. A de 2014, por exemplo, ganhou o ACT Tribute Cannes, prêmio específico no festival somente para campanhas de cunho social.

Luiz Eduardo Ozório posiciona a banda Bloody Mary and the Munsters para a foto
Luiz Eduardo Ozório (à direita) posiciona a banda Bloody Mary and the Munsters para a foto
Ficha técnica:

Criação: Luiz Eduardo Ozório
Diretor de criação: Luiz Eduardo Ozório
Fotografia: Virna Santólia
Assistente de fotografia: Thiago Horta
Coordenador de Produção e arte: Alexandre Schnabl
Assistentes de produção: Ramom Ribeiro e Mariana Lima
Pós-produção/fotos: Rogério Muxfeldt
Fotografia/filme: Ivan Lee Barcellos e Rodrigo Guimarães
Captação de som: Luiz Filipe Ozório
Diretor de planejamento: Diogo Azevedo
Mídia e analista de mídias sociais: Camila Callegari
Direção de Produção: Luiz Eduardo Ozório

Publicidade: Dinâmica Talentos

Marcio Ehrlich

Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.
seta