Alerj abre nova disputa para agência de publicidade

"Lugares Improváveis", da Staff para a Alerj

A Assembleia Legislativa do Rio anunciou sua concorrência nº 01/2017, do tipo “Técnica e Preço”, que vai licitar uma verba de R$ 12,24 milhões para a contratação de uma agência de publicidade. A vencedora receberá um fee mensal de R$ 4 mil, além da remuneração de mídia, descontado em favor da Alerj o máximo que o Conselho Executivo das Normas Padrão permitir.

A conta da Alerj está há 11 anos na agência carioca Staff, na época da conquista comandada por Cahique Equi e Eduardo Moncalvo. Em julho de 2006 a Janela noticiava a conquista, citando que “a Staff já havia ganho a proposta na área técnica, com planejamento realizado por Paulo Castro, que atendeu a conta durante 4 anos na VS”, e que “a proposta de preço apenas confirmou o favoritismo da agência”. Curiosamente, a Staff é uma marca que existe hoje em dia apenas por conta do contrato com a Assembleia. Toda a estrutura da agência já havia sido unificada com a Agência3, do mesmo grupo 3+. Ao longo dos anos, não foram poucos os prêmios conquistados pela agência para o cliente, inclusive o GP de Ação Promocional do Colunistas 2012 para o trabalho “Vendo o que é seu”.

No briefing da concorrência, a Alerj, presidida há 12 anos por Jorge Picciani, queixa-se de que “a percepção negativa em relação à Casa continua alta”, a despeito de uma série de atitudes positivas que a entidade diz ter tomado e que estão listadas para as agências conhecerem. O primeiro desafio da comunicação, diz a Alerj, é descobrir “como comunicar-se com um público que não está disposto a nos ouvir e que não confia na classe política”, além do desafio de “fazer com que o público reconheça ações positivas da Casa”.

Para ver este briefing e o edital, clique AQUI. A entrega da documentação vai acontecer no dia 4 de maio próximo.

Marcio Ehrlich

Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.

Join the Discussion

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

arrow